Balneário quer administrar Centro de Eventos até conclusão de licitação

Opção foi sugerida em reunião na Santur devido a demora no processo de licitação

Balneário quer administrar Centro de Eventos até conclusão de licitação

Foto: Divulgação

Outlet Porto Belo

O Prefeito de Balneário Camboriú, Fabrício Oliveira, propôs ao Governador, Carlos Moisés, que a Santur faça a gestão do Centro de Eventos, ou que componha uma situação jurídica que permita viabilizar a gestão ou até mesmo que o trade turístico junto a Secretaria de Turismo do município façam a administração do Centro de Eventos de Balneário Camboriú até que o processo de concessão esteja concluído. O governo foi receptivo a sugestão.

A decisão foi tomada após ouvir, nesta sexta-feira (01) a tarde, em reunião com a presidente da Santur, Flavia Didomenico, que não há prazo para que o processo de concessão esteja finalizado.
“O termo de referência não está pronto, ainda há estudos a serem realizados, o Tribunal de Contas têm que opinar sobre isso e pode ocorrer qualquer interrupção. Não podemos esperar mais um ano, dois, cinco anos”, afirmou o prefeito Fabrício Oliveira, explicando que a Santur já administra o Centro de Eventos de Canasvieiras e poderia fazer o mesmo em Balneário Camboriú até que se defina a empresa concessionária.

“Se o Estado não puder, não vejo problemas em a Prefeitura, junto com o trade, fazer a gestão”, reforçou o prefeito. 
O Centro de Eventos está com 96% das obras físicas concluídas e já foi “inaugurado” no final do ano passado por agentes do Governo do Estado e do Governo Federal. O prefeito Fabrício Oliveira não participou do ato por não concordar em entregar um equipamento sem estar efetivamente pronto. A prefeitura de Balneário Camboriú investiu R$ 25 milhões na obra.

O Governador Carlos Moisés se sensibilizou com o pedido, em meio aos demais prefeitos da Associação dos Municípios da Região da Foz do Rio Itajaí (Amfri), que estiveram na Casa Da Agronômica, na sexta-feira à tarde (01). O Centro de Eventos tornou-se uma pauta regionalizada que foi endossada por todos os prefeitos.

Moisés assegurou que, se houver viabilidade jurídica, vai dar andamento ao processo com uma administração “temporária” para que a maior unidade de eventos do Sul do país comece a operar. 
A principal demanda da região é que o Governo garanta a abertura do agendamento de eventos. "Nossa expectativa é que a gestão do espaço tenha aderência ao calendário do município e seja sensível à situação econômica local e regional. Há dezenas de eventos que querem vir para Balneário. Vou dar o exemplo do Encontro Nacional de Contabilidade, que proporcionará um acréscimo na economia da cidade de mais de R$ 30 milhões. Não podemos mais nos dar ao luxo de não contar com Centro de Eventos que vai dar fazer uma diferença enorme na nossa economia”, explicou Fabrício Oliveira.

Cronograma

A Secretaria de Turismo apresentou um cronograma de trabalho que prevê a realização de uma nova reunião no dia 4 de abril, com o objetivo de avançar na elaboração do termo de referência e minuta do edital, documentos para estabelecer o melhor modelo de concessão.

Após isso a Prefeitura de Balneário e representantes do trade de turismo da cidade precisarão apresentar suas sugestões para que o pacote de documentos seja concluído ainda na primeira quinzena de abril. Nesse ritmo, estimam as lideranças de Balneário e região, é provável que o empreendimento permaneça fechado mais um ano.

Além do prefeito e da presidente da Santur, participaram do encontro o Secretário de Turismo de Balneário Miro Teixeira, a presidente do BC Convention, Ana Maria dos Santos, a vice-presidente, Margot Rosembrock, a diretora executiva, Adriana Both, a presidente do Conselho Municipal de Turismo, Dirce Fistarol, o diretor de planejamento da Santur, Leandro "Mané" Ferrari e servidores da SOL.

Obras de acabamento

O Centro de Eventos está em fase de acabamento, com 96% das obras já concluídas. A Secretária de Turismo informou que, na próxima semana será feita a abertura dos envelopes das empresas habilitadas para a instalação das divisórias móveis. O valor dessa licitação, feita na modalidade concorrência, está em torno de R$ 3 milhões. 
Em seguida, será feita a instalação do piso e forro e, após isso, será aberta a licitação do sistema de climatização e dos elevadores.

COMENTE ABAIXO ⬇

Filhos descobrem que pai matou a mãe há 37 anos em SC

Uma família descobriu após meses de investigação que a mãe, morta há 37 anos, em Quilombo, interior de Santa Catarina, foi assassinada pelo próprio pai. Os seis irmãos, que moram na cidade de Lucas do Rio Verde, em Mato Grosso, procuram a...

Jovem caminhoneiro morre atropelado na BR-101

Um caminhoneiro de apenas 24 anos morreu atropelada no final da tarde desta sexta-feira (19) na BR-101 em Joinville. O acidente aconteceu próximo ao Pórtico de Joinville. Segundo o Corpo de Bombeiros Voluntários, o caminhão que Joel Borgonha...

Homem é preso por estuprar criança de 11 anos

Um homem de 57 anos foi preso na noite de segunda-feira (19) acusado de estuprar uma menina de 11 anos na cidade de Jaraguá do Sul. O crime teria ocorrido no sábado (17) na casa do suspeito. Segundo a Polícia Militar, funcionários do hospital...

Mulher de 54 anos é detida furtando picanha de supermercado

Uma mulher de 54 anos foi detida neste domingo (18) após furtar uma picanha em um supermercado de Tijucas. Segundo a Polícia Militar, a equipe foi acionada por um funcionário do estabelecimento, que percebeu o furto através das câmeras de...

Polícia prende quatro pessoas por tráfico

A Polícia Militar Rodoviária prendeu quatro traficantes, na tarde do último sábado (17), dia 17 de agosto, na SC 114, em frente ao Posto 10, em Painel, por volta das 14h20. Uma equipe estava em fiscalização de trânsito em frente ao posto,...