Engenheiro acusado de plagiador e bandido na internet será indenizado em Balneário Camboriú

Engenheiro acusado de plagiador e bandido na internet será indenizado em Balneário Camboriú

Foto: Divulgação

Outlet Porto Belo

Um engenheiro ofendido por colega de profissão nas redes sociais será indenizado em R$ 5 mil por dano moral em Balneário Camboriú. A decisão partiu do juiz substituto Luiz Octávio David Cavalli, em atividade na 1ª Vara Cível de Balneário Camboriú, e foi publicada nesta semana (02) no Diário da Justiça.

Consta nos autos que o cidadão foi contratado para alterar o projeto de outra engenheira que prestava serviços à construtora, com o objetivo de fazer alterações - que não foram atendidas pela profissional - no projeto inicial de um prédio e conseguir o alvará para a construção.

Após a contratação efetivada, o autor da ação alega que a mulher passou a enviar mensagens ofensivas para ele, e chegou a criar um perfil falso em rede social unicamente para ofender sua imagem publicamente, o que culminou em problemas pessoais e profissionais pelo conteúdo vexatório das postagens.

Entre as publicações, ela o chamou de "ladrão! Cadeia pro bandido", "projeto roubado pelo engenheiro (...) pagando de criador" e "bandido dos piores! Cadeia para ele!". Em contestação, a mulher afirmou que o engenheiro plagiou o seu projeto e que estava tomada de forte emoção quando proferiu as ofensas em rede social.

"A alegação de que estava sob o domínio de forte emoção não pode ser acolhida. Isso porque, embora seja plausível que a requerida estivesse incomodada com o alegado plágio, não comprovou o domínio de emoção tão intensa ao ponto de retirar sua imputabilidade", anotou o magistrado, em sua sentença.

Não custa lembrar, acrescentou, que se está diante de uma ofensa praticada em rede social - e não em uma discussão pessoal, em que o revide ocorre no "calor" da contenda. "Portanto, a requerida teve o tempo de reflexão suficiente entre acionar o dispositivo eletrônico, criar um perfil falso e redigir as agressões morais, de modo que suas ações parecem bastante calculadas e voluntárias", concluiu.

A engenheira foi condenada ao pagamento de R$ 5 mil a título de danos morais, com correção e incidência de juros de mora em 1% ao mês, contados da data do fato, em 2017. Cabe recurso ao TJ.

COMENTE ABAIXO ⬇

Filhos descobrem que pai matou a mãe há 37 anos em SC

Uma família descobriu após meses de investigação que a mãe, morta há 37 anos, em Quilombo, interior de Santa Catarina, foi assassinada pelo próprio pai. Os seis irmãos, que moram na cidade de Lucas do Rio Verde, em Mato Grosso, procuram a...

Jovem caminhoneiro morre atropelado na BR-101

Um caminhoneiro de apenas 24 anos morreu atropelada no final da tarde desta sexta-feira (19) na BR-101 em Joinville. O acidente aconteceu próximo ao Pórtico de Joinville. Segundo o Corpo de Bombeiros Voluntários, o caminhão que Joel Borgonha...

Homem é preso por estuprar criança de 11 anos

Um homem de 57 anos foi preso na noite de segunda-feira (19) acusado de estuprar uma menina de 11 anos na cidade de Jaraguá do Sul. O crime teria ocorrido no sábado (17) na casa do suspeito. Segundo a Polícia Militar, funcionários do hospital...

Mulher de 54 anos é detida furtando picanha de supermercado

Uma mulher de 54 anos foi detida neste domingo (18) após furtar uma picanha em um supermercado de Tijucas. Segundo a Polícia Militar, a equipe foi acionada por um funcionário do estabelecimento, que percebeu o furto através das câmeras de...

Polícia prende quatro pessoas por tráfico

A Polícia Militar Rodoviária prendeu quatro traficantes, na tarde do último sábado (17), dia 17 de agosto, na SC 114, em frente ao Posto 10, em Painel, por volta das 14h20. Uma equipe estava em fiscalização de trânsito em frente ao posto,...