Prefeitura de Itapema
X

Epagri desenvolve estudo sobre qualidade de água em Balneário Camboriú

Publicado em 09/05/2019

Epagri desenvolve estudo sobre qualidade de água em Balneário Camboriú

Foto: Divulgação/ Epagri

Outlet Porto Belo

A Epagri encerrou no início de maio a primeira etapa de um estudo que visa entender como ocorre a dispersão da contaminação fecal transportada por rios para regiões costeiras usadas para o cultivo de moluscos e recreação. O estudo está sendo realizado no estuário do rio Camboriú e região costeira de Balneário Camboriú. A boa notícia é que, em análise preliminar, não foi constatada presença de E. coli na água do cultivo de moluscos.

Durante a primeira etapa do projeto, iniciada em abril de 2018, os pesquisadores da Epagri coletaram, a cada 15 dias, 10 amostras da água do estuário e do mar da região. O trabalho, encerrado no início de maio, resultou na coleta de 240 amostras. Foram coletadas amostras sob condições ambientais diversas: diferentes estações do ano, períodos de chuvas intensas e de estiagem, no início da subida da maré e no início da decida da maré, etc.  

As amostras foram enviadas a um laboratório para fazer a contagem das bactérias indicadoras de poluição fecal (E. coli e coliformes termotolerantes). Agora, o estudo entra na segunda etapa, que segue até 2020 e consiste na modelagem dos dados coletados.

Os pesquisadores da Epagri vão usar os dados para desenvolver modelos estatísticos que permitirão relacionar a condição ambiental verificada na coleta (chuva, maré, etc) com o índice de poluição medido. Em outra frente de trabalho, os pesquisadores vão fazer a modelagem hidrodinâmica da região, que permitirá entender com grande detalhe como ocorre a dispersão dos contaminantes na água, considerando as características físicas da região, como profundidade, relevo do fundo do mar, velocidade de circulação da água, etc.

O projeto “Estudo da qualidade de água do estuário do rio Camboriú sob influência antrópica e seus efeitos no cultivo de moluscos” é financiado pelo CNPq e desenvolvido pelos pesquisadores Luis Hamilton Pospissil Garbossa e Robson Ventura de Souza. Eles atuam, respectivamente, no Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia de SC (Epagri/Ciram) e no Centro de Desenvolvimento em Aquicultura e Pesca (Epagri/Cedap).

Informações e entrevistas

Luis Hamilton Pospissil Garbossa, pesquisador da Epagri/Ciram, pelo fone (48) 3665-5162.

COMENTE ABAIXO ⬇

Casal da Serra Catarinense afirma ter visto disco voador

Um casal da cidade de São Joaquim, na Serra Catarinense, afirma ter avistado um objeto voador não identificado, um OVNI. Segundo depoimento, no último dia 12 de setembro, o casal acordou de madrugada para alimentar galinhas, porcos e tratar das...

Carreta carregada de carne pega fogo na BR-101

Na noite desta quinta-feira (19), uma carreta pegou fogo na BR-101 sentido Norte em Balneário Camboriú, no km 140. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) e os Bombeiros estiveram no local atendendo a ocorrência. Ninguém se feriu. O acidente...

Homem desenvolve chifre na cabeça na Índia

Uma condição rara fez com que Shyam Lal Yadav, um indiano de 74 anos, desenvolvesse um “chifre” na cabeça. O chifre vinha crescendo nos último anos o que o motivou a procurar um médico. O indiano foi submetido à cirurgia para extrair o...

Caminhão de gás tomba na BR-101 em Porto Belo

Um caminhão de gás tombou na BR-101 sentido Norte em Porto Belo no começo da tarde desta sexta-feira (20). O acidente fez com que a PRF (Polícia Rodoviária Federal) bloqueasse o trecho Norte da rodovia. O motorista relatou as equipes de resgate...

Anoiteceu em Itapema às oito da manhã

Uma frente fria que passa pelo oceano influencia o tempo no estado de Santa Catarina nesta quarta-feira (18), com isso, o predomínio de nuvem impede a abertura do sol em muitas localidades. Em Itapema, a partir das 08h desta quarta, o dia...