da Penha reforça vacinação contra sarampo em cinco salas de vacinação do Município
Sábado, 22 de fevereiro de 2020
47 99609-9282
Cidades

23/08/2019 ás 08h36

AdminX

Itapema / SC

Penha reforça vacinação contra sarampo em cinco salas de vacinação do Município
Penha reforça vacinação contra sarampo em cinco salas de vacinação do Município

Bebês, crianças e mesmo integrantes adultos da comunidade de Penha que ainda não tenham se vacinado contra o sarampo podem procurar as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) para se vacinar, pois a Secretaria de Saúde da Prefeitura local está promovendo um reforço próprio visando a imunização contra essa doença. O horário será das 8h às 12h e das 13h às 17h, de segunda a sexta-feira, nos postos onde há salas de vacina, como a Unidade Central e ainda Armação, Gravatá, Santa Lídia e Mariscal.


A doença havia sido erradicada do País até 2016, segundo lembra a secretária de Saúde Regiane Basso, mas novos casos voltaram a surgir no ano passado – inclusive um deles foi confirmado esta semana em Barra Velha, cidade vizinha.


A princípio, o Ministério da Saúde não lançou nenhuma campanha em nível nacional, porém, o prefeito Aquiles da Costa optou por solicitar que Penha chame os eventuais interessados, para evitar o surgimento da doença na cidade. A imunização é aplicada com 12 meses de idade, mas o Ministério de Saúde lançou também doses para crianças de seis a 11 meses, a chamada “dose zero”.


A vacina VTV, aplicada na dose zero, protege contra a doença e também rubéola e caxumba, a qual inicia a primeira dose aos 12 meses. “Ela vai receber a dose zero, porém aos 12 meses, ela volta para o calendário como primeira dose, continua tomando”, detalha a enfermeira Jaine Spricigo, da Vigilância Epidemiológica. Já aos 15 meses, a criança deve receber a dose da tetraviral, contra sarampo, caxumba, rubéola e varicela.


Até os 29 anos, as pessoas devem ter tomado pelo menos duas doses da vacina contra sarampo, segundo alerta A partir dos 30 aos 49 anos, apenas uma dose. As pessoas dentro dessas faixas etárias e que não têm comprovante vacinal ou não tomaram a vacina, também devem se dirigir às unidades.


Jaine ainda destaca que estas vacinas estão disponíveis o ano todo em Penha, e que, em conjunto com a também enfermeira Alessandra Reckziegel, sob supervisão de Regiane, estão capacitando enfermeiros, auxiliares de enfermagem, médicos, servidores da Saúde em geral, dentistas e agentes de saúde acerca da doença, visando relembrar ou reforçar orientações sobre coleta, transmissão e bloqueio do sarampo. Essa capacitação ocorre em todas as unidades, tanto do centro como dos bairros.

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2020 :: Todos os direitos reservados