Terça, 25 de fevereiro de 2020
47 99609-9282
Cidades

11/05/2018 ás 08h46

AdminX

Itapema / SC

Aves raras são avistadas em praia de Tijucas
A região é considerada um santuário de aves migratórias e frequentada por observadores de pássaros
Aves raras são avistadas em praia de Tijucas

O lado sul da praia de Tijucas é considerado um santuário de aves migratórias que tem atraído observadores de pássaros de várias partes do país. Pessoas em trajes camuflados, coletes, chapéus, munidas de câmeras fotográficas equipadas com super lentes objetivas. Esse tem sido o cenário na Praia de Tijucas, no Sul do Rio, nos últimos dias.


A região é considerada um santuário de aves migratórias e frequentada por observadores de pássaros. Desta vez, por conta da relevância das aparições, pesquisadores se deslocaram de várias partes de Santa Catarina, do Paraná e até do Nordeste do país.


Os observadores de aves foram atraídos pela presença de uma família de sete flamingos-dos-andes (Phoenicoparrusandinus) na praia. Segundo o grupo, a família já frequenta o local há alguns anos. No site Wiki Aves (www.wikiaves.com.br), em que os observadores divulgam suas fotos, Tijucas é o local com mais registros fotográficos da espécie no Brasil.


A grande surpresa dos últimos dias, porém, foi o primeiro registro de duas espécies de aves em Santa Catarina. A primeira delas é a agachadeira-mirim (Thinocorusrumicivorus), ave que pode ser encontrada em países como Peru, Bolívia e Argentina, além do Brasil. A foto feita pelo observador Julio Castellain no dia 02 (quarta-feira) marca o primeiro registro da espécie no estado. Assim como nas outras três observações feitas no país (em São Paulo e no Rio Grande do Sul), apenas um indivíduo foi avistado.


Julio comenta o feito: “Sou observador por hobby. Soube que estava bombando de aves em Tijucas e fui para registrar uma lista de 16 espécies. Nem vi os flamingos no primeiro dia. Fotografei a agachadeira sem saber do que se tratava e depois soube que tinha feito o primeiro registro da espécie no estado”.


O segundo registro inédito em terras catarinenses foi do maçarico-de-costas-brancas (Limnodromus griséus), fotografado na praia no dia 06 (domingo). Esta é uma ave que migra da América do Norte e raramente é avistada.


Praia de Tijucas é um importante ponto de parada para aves migratórias


A bióloga Carla Cravo e o esposo Cristiano Voitina são frequentadores assíduos da praia. Cristiano é autor do livro “Aves Catarinenses” (2017), em que o biólogo e pesquisador registrou mais de 600 espécies em um trabalho de oito anos. Cristiano destaca a Praia de Tijucas como importante ponto de parada para descanso e alimentação de aves em migração. No seu livro, constam 14 espécies de pássaros fotografados na Foz do Rio Tijucas.


Confira os registros feitos em Tijucas durante os últimos dias aqui:


Flamingo-dos-andes (Phoenicoparrusandinus):https://bit.ly/2I6H39D


Agachadeira-mirim (Thinocorusrumicivorus):https://bit.ly/2Itsa4G


Maçarico-de-costas-brancas (Limnodromus griséus):https://bit.ly/2K869FT

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2020 :: Todos os direitos reservados